Avião da Saratov Airlines sumiu dos radares minutos após ter decolado de Moscou para a cidade de Orsk
Divulgação/Saratov Airlines
Avião da Saratov Airlines sumiu dos radares minutos após ter decolado de Moscou para a cidade de Orsk

O comitê responsável pela investigação sobre a queda do avião Antonov An-148, que ocorreu na Rússia no último domingo (11) e causou a morte de todas as 71 pessoas a bordo , vai investigar a possibilidade de o painel da aeronave ter congelado.

A teoria foi levantada pelo Comitê Interestatal de Aviação da Rússia, que apontou imprecisão nos indicadores de velocidade do avião , situação possivelmente provocada pelo congelamento do painel da aeronave, que pertence à companhia russa Saratov Airlines. 

"Os investigadores vão analisar esses dados e combiná-los com outros materiais relacionados ao inquérito criminal em andamento. A teoria do Comitê Interestatal de Aviação será checada com outros especialistas", disse o porta-voz do grupo de investigadores, Svetlana Petrenko, conforme reportou a agência russa Interfax .

Leia também: Aeroporto de Londres reabre após bomba de 500 kg da Segunda Guerra ser removida

Você viu?

A aeronave decolou no domingo do aeroporto de Moscou com destino à cidade de Orsk, perto da fronteira com o Cazaquistão, com 65 passageiros e seis tripulantes a bordo. Minutos após decolar do aeroporto de Domodedovo, no entanto, a aeronave sumiu dos radares. Os destroços do avião, incluindo as duas caixas-pretas recuperadas nessa segunda-feira (12), foram encontrados em um campo na região de Ramenskoe, perto de Moscou.

No horário do acidente nevava muito na capital russa, que registrou temperatura média de -4ºC ao longo daquele dia.

O governo russo anunciou que a família de cada uma das 71 pessoas que morreram no acidente com o avião da Saratov receberão indenização do governo no valor de 3,5 milhões de rublos russos, o equivalente a aproximadamente R$ 210 mil.

Leia também: Kim Jong-un diz ter ficado impressionado com a receptividade da Coreia do Sul

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários