Tamanho do texto

O hospital-geral da quarta maior cidade da Califórnia confirmou que atendeu várias vítimas provenientes do lugar onde os disparos aconteceram; veja

Tiroteio deixou ao menos quatro feridos no estado da Califórnia, nesta quarta-feira (14)
Reprodução/Fox 61
Tiroteio deixou ao menos quatro feridos no estado da Califórnia, nesta quarta-feira (14)

A polícia de San Francisco, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, está reagindo a um tiroteio em um prédio comercial próximo ao Bayshore Freeway, segundo o departamento afirmou no Twitter. As autoridades pediram para que os civis que estejam na área, na tarde desta quarta-feira (14), evitem de sair e permaneçam em segurança em áreas internas.

Leia também: Atirador invade treino de beisebol e fere líder republicano nos EUA

O hospital-geral da quarta maior cidade do estado da Califórnia confirmou que atendeu várias vítimas provenientes do lugar onde os disparos aconteceram, mas não deu detalhes do número de atendimentos ou sobre o estado de saúde das vítimas. Segundo o canal “Fox 61”, o atirador trabalhava na empresa atingida e pelo menos quatro pessoas estariam feridas.

Canais de televisão locais estão com helicópteros na região e, pelas imagens divulgadas, é possível ver que policiais conduziram dezenas de pessoas, muitas vestindo um uniforme marrom, para fora de um prédio. Um veículo da força tática chegou ao local pouco depois.

O local do tiroteio é a área de Potrero Hill, um bairro residencial de San Francisco. A polícia parece estar concentrada em torno do UPS San Francisco Customer Center.

Leia também: Incêndio atinge prédio residencial e deixa ao menos doze mortos em Londres

Autoridades afirmaram que mais informações devem ser divulgadas em breve.

Tiroteio em treino

A quarta-feira foi violenta nos Estados Unidos. Um tiroteio aconteceu durante um treino de beisebol em Virgínia, nos arredores de Washington, deixando o congressista republicano Steve Scalise ferido.

Além deles, outras várias pessoas, inclusive um segurança, foram atingidas. O ataque aconteceu, segundo as informações preliminares, durante um treino de beisebol entre membros do Partido Republicano .

O atirador, que invadiu o campo de beisebol, foi detido. O congressista que representa o estado do Alabama, Mo Brooks, afirmou que o agressor portava uma arma semiautomática e que atirou de maneira indiscriminada.

"De repente, escutei um barulho. Me virei e o vi só por alguns segundos. Ele estava na terceira base e seguiu disparando tiros", afirmou. "Então eu ouvi gritarem por Steve", continuou o político à CNN . Segundo ele, o ataque deixou quatro feridos.

Leia também: Tiroteio em estação de trem deixa ao menos quatro feridos na Alemanha

Em pronunciamento, Michael Brown, chefe da polícia de Alexandria, distrito em que aconteceu o tiroteio, disse que cinco pessoas foram levadas a hospitais por ferimentos causados por balas. Além disso, Brown afirmou que 50 disparos foram efetuados pelo atirador, que está entre os feridos. "Estamos trabalhando também com o FBI, que está recolhendo provas", acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.