Creche em São Paulo
Rovena Rosa/Agência Brasil
Creche em São Paulo

Desde dezembro de 2020, a Prefeitura de São Paulo mantém a fila de espera por creches zerada na cidade. A ação se deve às parcerias com 60 novas Organizações da Sociedade Civil (OSCs), além da implantação de novas unidades e também pela ampliação dos equipamentos já existentes, garantindo o atendimento a todas as famílias cadastradas.

A ampliação do número de vagas é fruto de um esforço continuado da Secretaria Municipal de Educação (SME) para garantir o acesso ao atendimento de bebês e crianças entre 0 e 3 anos e 11 meses. Dados do último levantamento, realizado em dezembro de 2021, mostram que 385.100 crianças nessa faixa etária estão matriculadas na Rede Municipal.

Existem ainda 595 crianças aguardam pela matrícula em creches específicas, mas por preferência dos responsáveis, mesmo com a oferta de vagas em outras unidades próximas ao endereço informado em cadastro. Esta demanda não está relacionada à uma falta de vagas na rede.

Histórico

Em dezembro de 2019, a SME tinha 8.083 crianças na fila de espera por creches. Desde então houve um aumento de mais de 88 mil vagas nos Centros de Educação Infantil (CEIs) e 11 mil vagas nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs), que atendem crianças de 4 a 6 anos.

Em dezembro de 2020 o atendimento passou para 374 mil matrículas e a fila de espera, pela primeira vez, foi zerada, se mantendo até hoje.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários