Ministro rebate acusações de interferência no Enem:
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Ministro rebate acusações de interferência no Enem: "Tentaram politizar a prova"

Milton Ribeiro, ministro da Educação,  rebateu as críticas realizadas contra o  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 e afirmou - após a realização do primeiro dia de prova - que o exame passou por uma tentativa de politização. Segundo o comandante da pasta, se o governo tivesse interferido, algumas perguntas "talvez não estariam ali".

"Sobre a cara do governo, vocês puderam notar que segue o mesmo padrão nas provas, em nenhum momento podemos discutir quando analisar as questões. Isso foi uma narrativa, tentaram politizar a prova. Não teve nenhuma interferência. Talvez se tivesse, algumas perguntas talvez não estariam ali", disse.

A crítica ocorre após o  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmar que o Enem deste ano não repetiria "absurdos" do passado e que a prova passaria a ter "a cara do governo".


Ribeiro se defendeu e declarou que a prova teve, sim, o perfil do governo federal. "Seriedade, transparência, assuntos de cunho acadêmico, sem desvios de recursos, sem vazamento de questões ou provas. Essa é a cara do nosso governo, seriedade e profissionalismo".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários