Vice-presidente Hamilton Mourão deu declaração durante aula magna de um grupo educacional.
Isac Nóbrega/PR
Vice-presidente Hamilton Mourão deu declaração durante aula magna de um grupo educacional.

O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu nesta quarta-feira debater "seriamente, sem preconceitos" a possibilidade de que alunos com condições financeiras paguem para estudar em universidades públicas. De acordo com Mourão, os recursos arrecados com isso poderiam ser utilizados para financiar programas de inserção em instituições privadas.

"Então, é algo que nós temos que pensar hoje, seriamente, sem preconceitos, porque seria um recurso que poderia ser canalizado para aqueles jovens que precisam de financiamento e pagaram uma universidade privada. Seria uma compensação muito justa isso aí", disse Mourão, durante a aula magna de um grupo educacional.

Mourão disse não ter dados sobre o assunto, mas estimou que 60% dos alunos de universidades públicas teriam condições de pagar: "Temos então, respondendo objetivamente a sua pergunta, que buscar espaço fiscal e fontes de financiamento. E uma fonte de financiamento seria, não tenho assim o dado numérico, mas ouso arriscar que uns 60% dos que frequentam universidade federal têm condições de pagar. O pagamento que eles fizessem serviria para que mais alunos ingressassem no setor privado e, consequentemente, nós aumentássemos o nosso percentual de jovens com curso superior".

O vice-presidente citou o exemplo da sua própria família, dizendo que seus filhos estudaram em instituições públicas, mas que ele poderia ter pago: "Nós temos um paradoxo, que eu gostaria de trazer para todos, que é uma visão que eu tenho de longa data, que é nós termos dentro da universidade federal gente que poderia pagar os seus custos recebendo um ensino de graça e, posteriormente, não devolvendo nada para o país. Simplesmente é formada e passa única e exclusivamente a lidar com a sua vida privada. Digo isso de cadeira, porque a minha filha, que é advogada, e meu filho, que é administrador, estudaram em universidade federal. E eu poderia ter pago algo, o que seria normal".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários