Tamanho do texto

Pela segunda vez o prazo de aditamento do contrato do Novo Fies é prorrogado e tem como nova data limite o dia 31 de janeiro de 2019

Prazo do Novo Fies é novamente prorrogado e tem como data limite o dia 31 de janeiro
Reprodução/ Valter Campanato - Agência Brasil
Prazo do Novo Fies é novamente prorrogado e tem como data limite o dia 31 de janeiro

O prazo para renovar contratos do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi prorrogado pela segunda vez neste ano. A data limite seria até esta sexta-feira (28) , porém com a nova prorrogação feita pela Caixa Econômica Federal, os estudantes terão até o dia 31 de janeiro de 2019 para realizar o aditamento por meio da página eletrônica do financiamento.

A data vale para aqueles que se inscreveram no programa em 2018 e, por isso, devem seguir o cronograma da Caixa, a operadora do Novo Fies .

Aproximadamente 75% dos 44.594 alunos beneficiados pelo Novo Fies já concluíram ou tiveram o procedimento de aditamento iniciado pela Instituição de Ensino Superior, de acordo com o comunicado divulgado pela Caixa.

Leia também: Menos de 2% das universidades brasileiras tiram nota máxima em avaliação do MEC

Em casos de alterações no contrato, como troca de fiador, é necessário que o estudante compareça a uma agência da Caixa, acompanhado do novo fiador e tendo em mãos os novos documentos comprobatórios.

Novo Fies

Presidente Michel Temer discursou na solenidade de sanção a Lei do Novo Fies
Divulgação/ Wilson Dias/ Agência Brasil
Presidente Michel Temer discursou na solenidade de sanção a Lei do Novo Fies

De acordo com a Caixa , o novo modelo oferece financiamento em instituições privadas de ensino superior e divide as modalidades de acordo com a renda familiar de cada beneficiário. Além disso, o programa promete melhorias na gestão do fundo e um acesso mais amplo ao ensino superior.

Dentre as principais diferenças entre o antigo e o Novo Fies estão a forma mensal de pagamento do curso por emissão de boleto, a exigência de seguro prestamista (cobertura em caso de falecimento do estudante) e a ausência de carência para pagamento de amortização de contrato.

A modalidade Fies é destinada aos  estudantes com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos e oferece  o juro zero como benefício. Nesse caso, o limite semestral é de R$ 42 mil e bancado pelo governo, enquanto o financiamento mínimo é de 50% do curso.

Para participar do Fies, além da exigência da renda mensal, também é preciso que o candidato tenha participado do Enem , em uma das últimas oito edições da prova, obtido média de notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e não ter zerado na redação.

Leia também: Comissão encerra trabalhos e projeto Escola sem Partido é arquivado para 2019

Os estudantes com bolsa parcial no Programa universidade para Todos (Prouni) podem procurar uma vaga no  Novo Fies . No entanto, não é permitido que o candidato use, ao mesmo tempo, o Prouni em uma faculdade e o Fies em outra.

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas