A vereadora Verônica Costa (DEM) é a mais faltosa da Câmara
Reprodução
A vereadora Verônica Costa (DEM) é a mais faltosa da Câmara

Mais da metade dos 51 vereadores do  Rio de Janeiro não tem uma falta sequer registrada no sistema de transparência da Câmara. Mas, mesmo com a facilidade das sessões híbridas, a vereadora Verônica Costa (DEM) deixou de comparecer ao trabalho em pelo menos 11 ocasiões, sem apresentar justificativa à Casa.

As ausências se espalham por todo o ano: os únicos meses com 100% de presença da Mãe Loura foram agosto, outubro e dezembro. Segundo sua assessoria, a parlamentar "realizou uma cirurgia de urgência, a qual a impossibilitou de participar de algumas sessões na Câmara"; as faltas foram descontadas do salário.

Com quatro ausências cada, o segundo e o terceiro lugares do pódio são ocupados por quem não está atualmente dando expediente no Palácio Pedro Ernesto: Renato Moura (Patriota), que trocou a Casa pela Secretaria municipal de Cidadania em junho; e Jones Moura (PSD), que assumiu a vaga de Flordelis na Câmara dos Deputados em agosto.

Pais de alunos de Angra vão às compras

Angra dos Reis resolveu mudar a forma de entregar o material escolar: em vez de licitar uniformes, lápis e cadernos, o município vai distribuir cartões-escola de R$ 300 às famílias dos 22 mil alunos. As compras só poderão ser feitas no comércio local. Já as lojas e confecções interessadas em fornecer o material precisarão de cadastrar em uma chamada pública a ser feita pela Secretaria de Educação. Os livros não estão incluídos no programa, e serão distribuídos como de costume. Os recursos somam R$ 16 milhões.


Picadinho

Hoje, às 19h, o canal do Fil Festival no YouTube promove um bate-papo sobre Gaston Bachelard e a ópera "Bem no Meio", com mediação de Karen Acioly.

O espetáculo "Neandertal", de Paulo Bond Simões, faz sua última sessão hoje, no Teatro Cândido Mendes.

A partir das 19h, a vice-presidente da OAB-RJ, Ana Tereza Basílio, vai falar no Instagram sobre os direitos da mãe solo.

Hoje tem almoço para a população em situação de rua nos Arcos da Lapa, em uma parceria entre o Movimento Unido dos Camelôs (MUCA) e o MTST, por meio da Cozinha Solidária.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários