Caso Dr. Jairinho: os próximos passos na Câmara
Daniel Castro Branco/Agência O Dia
Caso Dr. Jairinho: os próximos passos na Câmara

A prisão do vereador Dr. Jairinho , em investigação da morte do pequeno Henry Borel, de 4 anos, revolve um terreno pantanoso também no âmbito político . O presidente da Câmara Municipal do Rio, Carlo Caiado, disse à coluna que a Casa foi rápida ao convocar a Comissão de Ética e afastar o vereador das suas atividades e cortar seus vencimentos. Mesmo assim, surgiram críticas das razões que levaram a Comissão a aceitá-lo como titular mesmo sendo investigado pela polícia . Dois movimentos da Câmara de Vereadores serão acompanhados com máxima atenção . O primeiro é como serão conduzidas as ações para a cassação do parlamentar . O outro, bastante delicado, após a cassação , é como se apresentará o novo ocupante do lugar de Jairinho, Marcelo Diniz , primeiro suplente do partido após obter 6.315 votos. Acusado de ligações estreitas com a milícia que atua na Muzema, ele foi investigado quando era presidente da Associação de Moradores da localidade. E constava da lista dos investigados da 16ª DP (Barra da Tijuca), a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco/IE), que tentava buscar responsabilidades pelo desabamento dos prédios na Muzema.

OUTRAS INVESTIGAÇÕES

Marcelo Diniz também foi acusado pelo Ministério Público Eleitoral por práticas ilegais durante a campanha política. O MP reuniu provas sobre "atos abusivos com viés político em benefício da sua candidatura". O que resultou na instauração do Procedimento Preparatório Eleitoral MPRJ nº 2020.00714245. A partir do procedimento preparatório eleitoral, os procuradores dizem que Diniz realizou distribuições de cestas básicas, cadeiras de roda, brinquedos e outros bens para promoção de sua imagem pessoal e de sua candidatura ao cargo de vereador no pleito de 2020. Conforme apurado, ao longo do ano, "notadamente nos dias 08/05, 18/05, 19/05, 26/06 e 12/10, o demandado promoveu a doação e a entrega de cestas básicas, alimentos, brinquedos e outros itens a moradores das comunidades da Muzema, da Tijuquinha e de Rio das Pedras. Em tais oportunidades, as ações foram desempenhadas com claro e evidente apelo à candidatura do representado, seja pela sua atuação pessoal e direta, seja pela utilização da Associação de Moradores da Muzema, ambas com clara referência ao lema de campanha do candidato, qual seja, “nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós juntos”, diz o parecer oficial do órgão. A defesa de Marcelo Diniz diz que ele é inocente.

100 dias de governo

Na apresentação dos 100 dias de gestão à frente da Prefeitura do Rio, Eduardo Paes relembrou legado deixado por Crivella com "vidas abandonadas ", "economia arrasada " e "cidade destruída ".

Covid na Maré

A Ong Conexão Saúde alerta que "o número de casos na Maré cresceu 89% em relação ao período anterior de 14 dias. Entre 09 e 22/03 foram notificados 123 novos casos, enquanto entre 23/03 e 05/04 foram 250 novos casos. Em relação aos óbitos , a Maré caminha no sentido oposto da capital, que teve um aumento de 89% em óbitos quando comparados os últimos dois períodos de 14 dias. A Maré não registra nenhum novo óbito desde do dia 16 de março".


Combate à covid-19

Desde o início da pandemia , mais de R$ 86 milhões em bolsas para cientistas e auxílios à pesquisa foram investidos no enfrentamento da Covid-19, através da Faperj. Com novas variantes do vírus, a recomendação do secretário de Ciência do estado, Dr. Serginho, é impulsionar os estudos com investimentos de mais R$ 6,125 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários