Tamanho do texto

Cerca de 2 kg de óleo foram identificados pela Defesa Civil de Quissamã e encaminhados à Capitania dos Portos de Macaé para análise da composição

Óleo arrow-options
Divulgação/Defesa Civil Quissamã
Perícia vai identificar se fragmento tem a mesma composição do óleo encontrado no Nordeste

No último final de semana, outras três cidades do Rio de Janeiro registraram a presença de fragmentos de óleo. Depois da praia de Grussaí, em São João da Barra , amostras foram recolhidas São Francisco de Itabapoana, Macaé e Quissamã.

Leia também: MP avalia interdição de praia onde óleo foi encontrado no Rio

Segundo informações da Defesa Civil de Quissamã, cerca de 2 kg do óleo foram retirados da praia de Barra do Furado e encaminhado à Capitania dos Portos de Macaé, de onde seguirá para análise no Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), em Arraial do Cabo.

"Recolhemos os fragmentos na praia de Barra do Furado, enviamos para a Capitania, e estamos em estado de atenção para qualquer eventualidade. Juntos com o INEA, ICMBio, Marinha e a secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, estaremos, além de monitorando o litoral do município, realizando reuniões nas comunidades costeiras passando orientações”, disse o comandante da Defesa Civil de Quissamã, Marcos Alves.

Nas outras localidades, a Marinha foi a responsável pela coleta e envio dos fragmentos para análise. Até que ela seja feita, não será possível confirmar ou negar que o óleo presente nas cidades cariocas é proveniente do mesmo vazamento que chegou ao litoral do Nordeste.

Leia também: PM que matou ao confundir ferramenta com arma trabalhava "com ódio", diz colega