Fóssil de criança de 250 mil anos encontrado na África do Sul
Wits University
Fóssil de criança de 250 mil anos encontrado na África do Sul

Pesquisadores da Universidade Wits encontraram em uma caverna da África do Sul ossos que formam parte de um fóssil de uma criança que teria vivido há pelo menos 250 mil anos. A descoberta contribui para as pesquisas sobre o Homo naledi, espécie de hominídeo extinta da tribo Hominini, que tem características do pré-humano Australopithecus e poderia ser a espécie mais antiga do gênero Homo.

Os ossos encontrados indicam que a criança teria entre quatro e seis anos quando morreu, tendo ainda os dentes de leite. Não se sabe a qual gênero a criança pertencia.

A descoberta é considerada importantíssima pelos estudiosos, visto que é difícil de encontrar ossos infantis fossilizados, pois, como são mais finos e frágeis, não costumam se preservar por tanto tempo. 

A região onde o fóssil foi encontrado é intitulada "berço da humanidade" graças aos vários fósseis do gênero Homo encontrados no local: quase 2.000.

Em 2015, após as primeiras descobertas do Homo naledi, a comunidade científica passou a acreditar que os Homo sapiens pode ter coabitado a Terra com outras espécies semelhantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários