Diarista foi encontrada morta com a patroa no Rio de Janeiro
Reprodução
Diarista foi encontrada morta com a patroa no Rio de Janeiro

O corpo da diarista Alice Fernandes da Silva, de 51 anos, encontrada morta no apartamento onde trabalhava no Flamengo na última quinta-feira, será velado e sepultado neste sábado. O enterro está marcado para às 11h no cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, na Zona Oeste.

Alice foi vítima de um crime brutal depois da ação de criminosos no apartamento da idosa onde prestava serviço de diarista . A patroa Martha Maria Lopes Pontes, de 77 anos, também morreu. O corpo das duas foi encontrado degolado e carbonizado.

Os cadáveres das duas mulheres foram localizados por volta de 17h da última quinta-feira, por homens dos quartéis do Catete e do Humaitá do Corpo de Bombeiros. Eles foram acionados devido a um incêndio no apartamento onde estavam as vítimas.

Segundo o Instituto Médico-Legal (IML), a causa da morte de ambas foi esgorjamento — lesão profunda que atingiu a garganta das vítimas e que foi provocada por ação corto-contundente. De acordo comos peritos, o mais provável é que uma faca tenha sido usada para cometer o crime. A arma, porém, ainda não foi localizada.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários