Iarlei Felga dos Santos felga prestou depoimento na 5ª DP após receber alta no hospital
Domingos Peixoto/Agência O Globo - 26.04.2022
Iarlei Felga dos Santos felga prestou depoimento na 5ª DP após receber alta no hospital

Iarlei Felga foi um dos sete baleados na troca de tiros que ocorreu na Rua Visconde de Inhaúma, no Centro do Rio , nesta segunda-feira. O estudante de Direito levou um tiro de raspão na cabeça enquanto almoçava com um amigo num restaurante que fica em frente ao local onde tudo aconteceu.

Naquele momento, Iarlei comemorava o seu aniversário de 24 anos, que foi no dia anterior. Grato por ter sobrevivido, o jovem diz que, agora, tem dois aniversários.

"Não vi nada. Só escutei o barulho e fui tentar me proteger. Nisso, senti a bala raspando. Botei a mão na cabeça e vi o sangue. Foi susto, até porque nunca passei por isso. Mas, graças a Deus, foi só de raspão. Agora tenho dois aniversários, um atrás do outro. Nasci de novo, graças a Deus" disse o estudante à reportagem na saída da 5ª Delegacia de Polícia (Mem de Sá), que investiga o caso.

Outro baleado foi Tarcísio Ribeiro, de 23 anos, que trabalha num depósito de bebidas em frente ao ponto em que o tiroteio ocorreu. Ele foi levado ao Hospital Souza Aguiar por seu colega, Fabrício Rodrigues, num carrinho de mercadorias.

Tarcísio foi baleado na perna. O carrinho em que o trabalhador foi carregado ficou com vestígios de sangue.

"A bala entrou inteira na perna dele" relata. "Eu não vi nada, só ouvi. Todo mundo saiu correndo, aterrorizado."

Leia Também

Após o tiroteio, ambas as testemunhas foram levadas para a ala de trauma-ortopedia do Hospital Souza Aguiar. Os dois receberam alta à tarde e seguiram para a 5ª DP, onde prestaram depoimento. Até a noite desta segunda, todos os feridos durante o tiroteio já tinham sido liberados do hospital.

Comerciantes e funcionários de prédios da Rua Visconde de Inhaúma, no Centro, relataram que os tiros se iniciaram por volta das 13h. Tudo começou quando um sargento da Marinha foi abordado por um assaltante na saída de uma unidade do Banco do Brasil e reagiu, de acordo com a Secretaria de Governo do RJ, responsável pelo programa Segurança Presente, que chegou primeiro ao local. Testemunhas relatam terem ouvido mais de dez tiros.

Um dos suspeitos de envolvimento no crime e na troca de tiros foi preso e será autuado em flagrante por tentativa de latrocínio. O comparsa dele, que aparece numa moto em imagens de câmeras de segurança, fugiu.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram   e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários