Prédio na Praia Grande onde houve a queda de criança
Reprodução - 11.06.2022
Prédio na Praia Grande onde houve a queda de criança

Rafaella Lozzardo, de 6 anos, passava o fim de semana com o pai —separado de sua mãe — quando foi  deixada dormindo sozinha em casa na madrugada da última sexta-feira para sábado. Ao acordar no apartamento localizado na Rua Avenida Castello Branco, na cidade de Praia Grande, em São Paulo, notou que estava sozinha e pediu ajuda.

A menina chegou a gritar na sacada. Uma vizinha, ouvindo o chamado da criança, tentou interfonar para o porteiro, mas foi interrompida pelo barulho causado pela menina caindo do 12º andar até o subsolo da garagem. A Polícia Militar foi chamada e encontrou a menina já no chão do condomínio. A morte foi constatada por uma equipe do Samu.

"Ela ficou sozinha por volta de 30 minutos, pois o pai foi levar a namorada em um bairro distante do apartamento. Saiu do Canto do Forte em direção ao Quietude", disse ao GLOBO Alexandre Comin, delegado que realizou a prisão em flagrante do pai da criança.

Na delegacia, o pai não deu muitos detalhes, e aparentava estado de choque. Contudo, disse que deixou a menina dormindo em casa quando saiu e que teria mantido as luzes da sala acesas para ela. A mãe da criança chegou a ir à delegacia, mas estava em choque com a perda da filha.

Preso em flagrante por abandono de incapaz que resultou em morte, o pai da criança passou por audiência de custódia também no sábado, na cidade de Santos. Solto, ele deve responder pelo processo em liberdade, explicou o delegado. A família da criança, assim como pessoas que estavam no prédio, devem prestar depoimento nas próximas semanas.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários