Ryan Ramos, morador de Jardim Monte Verde, na divisa de Recife com Jaboatão dos Guararapes (PE), mostrou em rede social diferentes momentos do resgate após desabamento
Reprodução/Instagram - 31.05.2022
Ryan Ramos, morador de Jardim Monte Verde, na divisa de Recife com Jaboatão dos Guararapes (PE), mostrou em rede social diferentes momentos do resgate após desabamento

As fortes chuvas que atingiram a localidade Jardim Monte Verde, na divisa de Recife com Jaboatão dos Guararapes (PE), no fim de semana, derrubaram várias casas e causaram as mortes de 12 pessoas da mesma família. Agora os amigos de Ryan Ramos fazem uma campanha nas redes sociais para arrecadar fundos que ajudem na reconstrução de sua vida. A tia com quem o jovem mora também sobreviveu, mas o primo dele, Richarlison, também criado por ela, acabou soterrado.

"Ele queria ser jogador profissional do Sport", diz postagem no Instagram de Ryan sobre um de seus familiares mortos.

Ryan Ramos lamentou a morte de primo após desabamento devido a fortes chuvas em Pernambuco
Reprodução/Instagram - 31.05.2022

Ryan Ramos lamentou a morte de primo após desabamento devido a fortes chuvas em Pernambuco

A vaquinha é divulgada pelo número do Pix (81 995473450) de um amigo de Ryan, chamado Alan Victor Miranda da Silva. Ele disse ao GLOBO que a arrecadação por enquanto "está indo bem" e que Ryan está agradecido. Embora o amigo tenha dito saber que nada do que for feito vai trazer "as pessoas de volta", ele contou que ao menos Ryan não precisará "recomeçar do zero".

Segundo Thaís Eduarda, de 21 anos, integrante do Corpo Coreográfico da Banda Marial Maurício de Nassau, da qual Ryan também faz parte, foi criada ainda uma campanha para arrecadar materiais de necessidade imediata, como alimentos e agasalhos. Com isso, o ponto de entrega das doações dos produtos físicos ficou estabelecido na casa de Thaís. Já com relação às doações via Pix, ela explicou que o grupo de dança ajuda por meio da divulgação do código de Alan.

"A intenção do grupo era de ajudar ele [Ryan] da maneira que fosse possível, então todos os integrantes entraram em uma campanha pra divulgar. Graças a Deus alguns Pix já foram feitos, mas doações de roupas e comida ainda continuam bem poucas", disse Thaís.

A professora de balé clássico Janaina Viana, de 38 anos, que dá aula para Ryan desde 2019, também participa da rede de solidariedade. As atividades na escola de dança Ballet Adágio — na Av Sapucaia 267 UR02, em Ibura — foram suspensas na segunda-feira, e este foi outro local a ter se transformado num ponto de coleta de doações, tanto voltadas para Ryan quanto para outros que precisem de ajuda.



Janaina contou que o funeral dos 11 parentes de Ryan, vítimas das chuvas em Jardim Monte Verde, ocorreu nesta segunda-feira. Somente depois, surgiu outra triste notícia das operações de resgate, conforme foi localizado o corpo de uma prima dele, que ainda estava soterrada.

De acordo com a professora de balé, Ryan estava com a tia na casa de outro parente no sábado, mas deixaram o local para ir à casa da avó dele, num ponto mais abaixo, mas Richarlison ainda estava num local alto. Eles chegaram a falar sobre subir novamente para pegar o adolescente, porém não deu tempo.

"Assim que ele [Ryan] desceu, o resto da barreira caiu por cima dessa casa e matou quase todo mundo; só sobreviveu um dos primos dele. Os outros morreram, inclusive o primo que morava com ele. Aí a tia dele está devastada", relatou Janaina.

Entre no canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários