Chuvas provocam alagamentos e deslizamentos em Pernambuco
@Tv Brasil
Chuvas provocam alagamentos e deslizamentos em Pernambuco

Diante de uma nova tragédia por causa das chuvas, desta vez em Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que a população poderia "colaborar" não construindo suas casas em locais de riscos de deslizamentos de terra. Apesar de ter atribuído responsabilidades também a políticos, o presidente voltou a colocar parte da culpa pelas mortes em quem mora nessas áreas. Mais cedo, Bolsonaro sobrevoou as áreas afetadas pelas chuvas em Pernambuco que causaram 93 mortes.

"Em parte grande parte nós somos responsáveis, os políticos, mas a população poderia colaborar também evitando, nós sabemos da dificuldade, de fazer sua residência em locais que é sabidamente provável, em havendo um excesso de precipitação, a tragédia se fazer presente", afirmou Bolsonaro em entrevista a José Luiz Datena, apresentador da "Bandeirantes" e pré-candidato ao Senado em São Paulo com o apoio de Bolsonaro.

Durante a manhã, Bolsonaro visitou as áreas de Pernambuco atingidas pela chuva nos últimos dias e manifestou "pesar" às vítimas. O presidente citou que "problemas semelhantes" têm ocorrido no Brasil, como as chuvas em Petrópolis, em março deste ano, e na Bahia, em dezembro do ano passado. O governo anunciou a liberação de recursos para auxiliar na reconstrução da região e minimizar os impactos.

"Tivemos problemas semelhantes em Petrópolis, sul da Bahia, mais ao norte de Minas, estive ano passado no Acre também. Infelizmente, essas catástrofes acontecem, um país continental tem seus problemas", afirmou Bolsonaro durante coletiva para tratar sobre as ações do governo federal no estado.

Ainda neste ano, em fevereiro, outra declaração do presidente teve repercussão negativa após deslizamentos de terra. Na ocasião, em visita a Francisco Morato, na região metropolitana de São Paulo, Bolsonaro disse que faltou visão de futuro aos moradores da região. Na ocasião, 24 pessoas morreram na tragédia.

"Muitas áreas onde foram construídas residências faltou obviamente alguma visão de futuro por parte de quem construiu", disse Bolsonaro, ressaltando que as pessoas constroem nessas áreas por "necessidade".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários