Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, na Ilha do Governador
Reprodução/GoogleStreetView
Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, na Ilha do Governador

Um estudante que já integrou a turma do oitavo ano em que um adolescente  atacou colegas a faca hoje afirmou que nunca imaginou que o rapaz, de 14 anos, considerado tímido e introspectivo, cometeria ataques contra a própria turma. Três adolescentes ficaram feridos, mas nenhum corre risco de morte. Caso aconteceu na manhã desta sexta-feira, na Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, no bairro Jardim Guanabara, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio.

Segundo o estudante, o rapaz atacou uma colega com a faca na altura da cintura durante a aula. Ela sofreu o ferimentos mais grave. Na sequência, um colega da turma tentou contê-lo e ficou ferido. Já no corredor, uma aluna do 9º ano também tentou conter o adolescente e ficou ferida.

Um ex-colega do adolescente ouvido pela reportagem do DIA, que deixou a turma para estudar em outra escola e preferiu não se identificar, conta que o autor do ataque já demonstrava interesse por armas no sexto ano. Há duas semanas ele chegou a ameaçar uma colega no ponto de ônibus com uma tesoura. Ainda segundo adolescente, os pais do jovem já haviam sido chamados na escola por conta de seu comportamento agressivo. A direção do colégio também já atendia psicologicamente o jovem.

"Nunca imaginei que ele faria isso, ainda mais com colegas de turma. Ele costumava se cortar, tinha poucos amigos. Os pais e a direção conversavam, mas não adiantou", disse o ex-colega.

O caso aconteceu no retorno do recreio. Durante o primeiro período da manhã as aulas aconteceram normalmente. Os pais dos alunos que estudam no colégio foram chamados para buscar seus filhos após o ocorrido. As aulas foram suspensas no período da tarde por conta do ocorrido.

Informações preliminares passadas por funcionários dão conta de que o professor da turma tentou conter o aluno usando uma carteira.

Feridos socorridos para hospital

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma menina teve um ferimento no rosto, pescoço e abdômen, enquanto uma outra foi atingida no braço. A terceira vítima, um menino, foi esfaqueado nas costas. Segundo informações preliminares, nenhum deles corre risco de morte. Todos eles foram socorridos para o Hospital Evandro Freire, também na Ilha do Governador.

A Polícia Civil foi acionada para o local e realizou perícia. Dois peritos da 37ª DP (Ilha do Governador) estavam no local desde o início da tarde. A motivação do ataque praticado pelo adolescente ainda é desconhecida.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários