Número de mortos após chuva no estado chega a 20
Gabriel de Paiva/Agência O Globo - 03.04.2022
Número de mortos após chuva no estado chega a 20

número de mortos no estado em decorrência das chuvas chegou a 20 nesta terça-feira. De acordo com a Defesa Civil estadual, ainda há quatro pessoas desaparecidas após o temporal que atingiu o Rio no fim de semana, - três em Ilha Grande e um em Paraty. Em Angra dos Reis, uma das regiões com o maior número de vítimas, as equipes de resgate encontraram o corpo de uma mulher na noite desta segunda-feira. A vítima foi identificada como Sara Conceição dos Santos, de 34 anos. Ela era a última pessoa ainda desaparecida na Monsuaba.

Três, das quatro vítimas, que ainda faltam ser encontradas estariam soterradas na Praia de Itaguaçu, em Ilha Grande, Costa Verde do Rio. De acordo com os moradores da comunidade local, os desaparecidos seriam pai e dois filhos.

Em Paraty, cidade vizinha de Angra, houve o registro de sete pessoas mortas, onde uma mulher foi soterrada junto com sete filhos. A mãe foi identificada como Lucimar de Jesus Campo, de 35 anos. Seus filhos, Lucimara de Jesus Campos, de 17 anos, Luciano de Jesus Campos, 15, Yasmim, 8, Estevão, 5, e João, 2, não resistiram. Jasmin, 9, ainda segue sendo procurada pela equipe de resgaste.

Um sétimo filho, identificado apenas como Dorqueu, de 12 anos, foi resgatado com vida e está no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O estado de saúde dele é considerado gravíssimo.
Já bairro Monsuaba, em Angra dos Reis, no total, 11 pessoas foram encontradas sem vida pelo Corpo de Bombeiros.

Na comunidade de Faraó de Cima, em Cachoeiras de Macacu, Região Serrana do Rio, uma mulher de 42 anos morreu após ter sido arrastada pela correnteza. As chuvas atingiram a cidade no sábado (2) e madrugada de domingo (3), mas o corpo dela só foi encontrada na noite desta segunda-feira.

Em Mesquita, na Baixada Fluminense, uma pessoa foi encontrada sem vida. O advogado Daniel Ribeiro Pessoa, de 38 anos, morreu ao levar uma descarga elétrica no Centro de Mesquita durante o temporal na tarde desta sexta-feira. Um vídeo mostra um motociclista tentando, sem sucesso, reanimar a vítima.

Os médicos foram chamados ao local, mas o homem já estava sem vida. Daniel era casado e pai de dois filhos, um menino de sete anos e um bebê de sete meses. Ele foi sepultado na tarde deste domingo, no Cemitério Jardim da Saudade, em Jardim Sulacap, na Zona Oeste do Rio.

O município de Mesquita foi um dos mais afetados pelo temporal que atinge o estado do Rio. As fortes chuvas causaram alagamentos em grande parte da cidade. Em Belford Roxo 25 pessoas ficaram desalojadas e mais de 300 ficaram desabrigadas por conta do temporal. No município da Baixada Fluminense, houve o registro de seis desabamentos e cinco deslizamentos.

Leia Também

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), A BR-101 (Rodovia Rio-Santos) segue com, ao menos, três pontos totalmente interditados após deslizamentos de terra e quedas de árvores em Angra dos Reis e Paraty. Em alguns trechos, o tráfego fluí pelo acostamento ou em meia pista.

A RJ-155 (Saturnino Braga) tem pontos em meia pista, enquanto a Serra do Piloto está interditada.

FGTS liberado

Os moradores atingidos pelas chuvas poderão solicitar o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por calamidade. Os valores serão disponibilizados para saque após decretos municipais declarando o estado de calamidade e reconhecimento do Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio de portaria ministerial.

Nesta segunda-feira, o governador Cláudio Castro (PL) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) visitaram a região da Costa Verde, fortemente atingida pelo temporal. Em Angra, eles visitaram o local da tragédia e foram até a escola municipal que está servindo de abrigo para as famílias vitimadas pelas chuvas.

O prefeito Fernando Jordão disse que as moradias que serão construídas com a ajuda dos governos federal e estadual serão no próprio bairro de Monsuaba, em terreno da prefeitura de Angra.

Neste domingo, Castro anunciou a construção de moradias em um terreno em Monsuaba, também em Angra, um dos pontos mais impactados pela chuva. O projeto será executado pelo Estado do Rio em parceria com o governo federal e a prefeitura.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários