Internação de Bolsonaro foi 'dificuldade de esvaziamento gástrico'
Reprodução/YouTube 27.03.2022
Internação de Bolsonaro foi 'dificuldade de esvaziamento gástrico'

internação de Jair Bolsonaro ocorrida ontem, no Hospital das Forças Armadas em Brasília, foi devido a uma dificuldade de esvaziamento gástrico. Ou seja, quando há problemas na passagem do alimento do estômago para o intestino.

Bolsonaro foi submetido a uma dieta líquida e cremosa. Durante a noite, o médico Antônio Macedo, de São Paulo, esteve em contato com os médicos da Presidência e o cardiologista Ricardo Camarinha e teve a informação de que o presidente reagiu bem à conduta. 

O presidente deixou o hospital na manhã desta terça-feira, dia 27, e seguirá a agenda normal, com acompanhamento médico.

Desde a facada na barriga que levou em 2018, durante a campanha eleitoral, a região abdominal do presidente é extremamente sensível. Bolsonaro já foi submetido a seis cirurgias. 

A última internação para tratar de uma suboclusão intestinal foi em janeiro deste ano, no Hospital Nova Star, em São Paulo, mas a cirurgia foi descartada. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários