Arthur do Val é deputado estadual por São Paulo
Alesp
Arthur do Val é deputado estadual por São Paulo

deputado estadual paulista Arthur do Val (Podemos-SP), conhecido como Mamãe Falei, pediu desculpas por uma das  declarações feitas por áudio enviado à um grupo amigos em um aplicativo de mensagens em que diz que as ucranianas "são fáceis porque são pobres". Ao desembarcar no Brasil neste sábado (5), o político disse em entrevista a vários jornalistas que a fala "foi um erro em um momento de empolgação".

"Foi errado o que eu falei, não é isso o que eu penso. O que eu falei foi um erro, em um momento de empolgação", disse o pré-candidato ao governo de São Paulo. "A impressão que está passando aqui é que eu cheguei lá [Europa] e tinha um monte de gente e eu falei: ‘quem quer vir aqui comigo que eu vou comprar alguma coisa’. Pelo amor de Deus, não é isso", continuou.

De acordo com o político, ele estava na Europa para acompanhar a guerra com a Rússia. No entanto, na sexta-feira (4), vazou um áudio enviado por ele a um grupo de amigos em que fala sobre uma fila de refugiadas. Ele afirma nas gravações só ter "deusa" e disse que não "pegou ninguém" porque não tinha tempo.

"Eu fui para fazer uma coisa, mandei um áudio infeliz e a impressão que passou é que eu fui fazer outra coisa."

O deputado afirmou que os áudios foram enviados para amigos em um grupo privado quando já tinha deixado a Ucrânia, ainda de acordo com Mamãe Falei as gravações não teriam nada haver com política, inclusive pediu a oportunidade de poder esclarecer tudo.

Leia Também

Leia Também

"Se as pessoas querem me julgar, eles têm o direito. Eu só quero que entendam que são contextos diferentes. Uma coisa é o Arthur que foi lá fazer a missão. Outra coisa é o Arthur que já tinha saído [da Ucrânia] e mandou um áudio em grupo privado, para os amigos dele, de forma errada, descabida, não foi na melhor das posturas, é nítido aquilo. Mas, como eu te falei, é um áudio privado", respondeu ao jornalista.

Arthur do Val informou que assim que possível deve explicar a situação, e tem como provar o dia e a hora dos áudios, pois não estaria na Ucrânia e sim na Eslováquia. "O que você quer dizer quando você diz que elas são pobres? eu comparei é óbvio com a situação que a gente tem aqui em São Paulo, eu não sou santo, eu sou homem, eu sou jovem" disse o deputado. "Eu fui pra lá eu vi um monte de mulheres bonitas sendo simpáticas, aí eu falei: 'por que que isso tá acontecendo?' Talvez seja por que aqui em São Paulo as mulheres sejam mais inacessíveis."

Nota de repúdio ALESP

Em um nota publicada  neste sábado (5) a Assembleia Legislativa de São Paulo, repudiou a fala do Deputado e disse que o caso será apurado "a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo repudia com veemência a fala do deputado Arthur do Val. O presidente, deputado Carlão Pignatari, afirma que a atitude é inaceitável e que será tratada com rigor e seriedade pelas esferas de investigação do Parlamento. A Alesp se solidariza com as mulheres, em especial às ucranianas, e reforça sua luta em defesa e proteção de todas, representadas por conquistas históricas, ações efetivas e leis em vigor."

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários