Bolsonaro chama Putin de 'parceiro' ao agradecer apoio à Amazônia
Alan Santos/ PR
Bolsonaro chama Putin de 'parceiro' ao agradecer apoio à Amazônia

Em meio à  guerra entre Rússia e Ucrânia, o presidente Jair Bolsonaro voltou a agradecer nesta quinta-feira o apoio dado pelo presidente russo, Vladimir Putin, à soberania da Amazônia. Ao falar de Putin, Bolsonaro disse que o Brasil tem "parceiros" nessa questão.

Bolsonaro já havia citado a posição do russo nessa questão durante sua visita a Moscou, em fevereiro, antes do início do conflito armado.

"Alguns chefes de Estado, conhecidos por todos nós, quiseram discutir a soberania amazônica. Um chefe do Estado, no caso da Rússia, vetou aquela discussão e não se tocou mais no assunto. Ou seja, nós temos parceiros um dia que nos ajudam nessas questões. A Amazônia é nossa".

Em agosto de 2019, o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que o debate sobre a internacionalização jurídica da floresta estava "em aberto".

Leia Também

Sobre a guerra com a Ucrânia, Bolsonaro repetiu que o Brasil está em uma "posição de equilíbrio" e disse que essa é a postura "mais sensata" a ser tomada.

"O Brasil continua em uma posição de equilíbrio. Nós temos negócios com os dois países. Não temos capacidade de resolver esse assunto. Então, o equilíbrio é a posição mais sensata do governo federal. Nós torcemos, e no que for possível nós faremos, pela paz. A guerra, realmente, não vai produzir efeitos benéficos para nenhum dos dois países, muito menos para o mundo".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários