Chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro
Reprodução/ TV Globo
Chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro

O número de vítimas fatais em decorrência das fortes chuvas na cidade de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro , cegou a 120. A Defesa Civil segue trabalhando no local. Até esta quinta-feira (17), a Polícia Civil recebeu 134 registros de desaparecimentos.

A orientação da prefeitura é para que a população evite sair de casa. Ontem (18) outro temporal atingiu a cidade, provocando novas enchentes, e nesta quinta-feira pode haver novas tempestades.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, deve sobrevoar o município na manhã de hoje e, à tarde, se reunirá com autoridades locais para definir medidas emergenciais.

Até o momento, na localidade conhecida como Morro da Oficina, no Alto da Serra, é estimado que 40 casas estejam soterradas. Há registros de estragos também em outras regiões como 24 de Maio, Caxambu, Sargento Boening, Moinho Preto, Vila Felipe, Vila Militar e as ruas Uruguai, Washington Luiz e Coronel Veiga.

Leia Também

Participam das operações no local 500 agentes dos bombeiros e militares, distribuídos em 44 pontos, 200 policiais civis e 210 policiais militares, além de 9 helicópteros e 190 veículos.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários