Praia do Ermitão, em Guarapari (ES)
Reprodução
Praia do Ermitão, em Guarapari (ES)

Um caso misterioso na Praia do Ermitão, em Guarapari, no Espírito Santo, tem intrigado moradores e autoridades locais. No último dia 16 de janeiro, um jovem casal resolveu passar a noite na areia, onde decidiram também usar drogas com substâncias alucinógenas, do tipo LSD. Horas depois, o rapaz, que teria 20 anos, acordou ao lado da namorada ensanguentado, com a barriga aberta e parte de seus órgãos à mostra. Ele conseguiu ser socorrido pelo Samu, internado num hospital de Vitória, para onde a mulher também foi encaminhada, e sobreviveu aos ferimentos.

Quinze dias depois, a Polícia Civil do Espírito Santo, que investiga o caso, ainda não sabe o que aconteceu. Uma das versões que chegaram aos policiais — e que circularam as redes sociais nos últimos dias — é de que a jovem teria ferido o próprio namorado durante o efeito alucinógeno, acreditando ser uma cirurgiã. No entanto, os investigadores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Guarapari dizem que não há como afirmar que a mulher esteja envolvida no crime. Em depoimento, ainda no hospital, os dois disseram não se lembrar do que aconteceu naquela noite, mas confirmaram que usaram drogas.

Em nota, a Policia Civil reforçou que a população tem um papel importante nas investigações e lembrou que testemunhas podem contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários