Ao todo, 533 presos dos 1,3 mil que deixaram as cadeias para as festas com a família não retornaram no prazo determinado pela Justiça
Reprodução/Pixabay
Ao todo, 533 presos dos 1,3 mil que deixaram as cadeias para as festas com a família não retornaram no prazo determinado pela Justiça

O juiz Marcello Rubioli, da Vara de Execuções Penais, determinou que a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), do Rio de Janeiro, entregue a relação dos presos que não voltaram após o "Saidão de Natal”.

O objetivo do magistrado é “analisar a situação de cada um deles para autorizar a regressão cautelar ao regime fechado e determinar a recaptura imediata”.

Em nota, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro diz que o órgão não foi formalmente comunicado sobre a evasão (não retorno) dos presos, que deixaram as celas para Visita Periódica ao Lar (VPL), benefício que dá ao detento o direito de ficar fora por sete dias, cinco vezes ao ano, em datas estipuladas, sendo uma delas o Natal.

Ao todo, 533 presos dos 1,3 mil que deixaram as cadeias para as festas com a família não retornaram no prazo determinado pela Justiça. Entre eles, 8 integrantes da maior facção criminosa do Rio de Janeiro, o Comando Vermelho. O prazo encerrou às 22h do dia 30 de dezembro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários