Rodovia interditada após asfalto rachar o Sul da Bahia, em dezembro de 2021
PRF-BA
Rodovia interditada após asfalto rachar o Sul da Bahia, em dezembro de 2021


As chuvas que atingem a Bahia também  provocaram estragos nas rodovias que cortam as cidades do Sul e do Extremo Sul do estado. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma série de ocorrências que culminaram na interdição parcial ou total de trechos das vias.


Por exemplo, no KM 863 da BR-330, em Ubatã, a pista afundou. Já no KM 244 da BR-420, em Laje, há risco de queda de uma ponte. No primeiro caso, a interdição foi total e, no segundo, parcial.

Trecho da BR-101 atingido pelas chuvas em dezembro de 2021
Camila Souza/ GOVBA
Trecho da BR-101 atingido pelas chuvas em dezembro de 2021


Diante de situações como essas, motoristas devem trafegar com cuidado redobrado nas rodovias baianas. Confira abaixo a situação nas estradas federais conforme divulgado pela PRF às 10h45 de hoje:

BR 101, km 660, ITAPEBI - Desmoronamento de barranco - INTERDIÇÃO PARCIAL.

BR 415, km 50, ITABUNA - Alagamento - (PISTA LIBERADA) Sentido Vitória da Conquista. 

BR 415, km 30, ILHÉUS - Alagamento - INTERDIÇÃO TOTAL

BR 330, KM 792, JEQUIÉ - Deslizamento, queda de árvores e alagamento - INTERDIÇÃO TOTAL

Leia Também

BR 330, KM 863, UBATÃ - Afundamento de pista; desvio pela cidade - INTERDIÇÃO TOTAL

BR 420, KM 244, LAJE - Risco de queda de ponte - INTERDIÇÃO PARCIAL (Sinalização de pare e siga sendo feita pela PM)

BR 101, km 468, AURELINO LEAL - Deslizamento e queda de árvore - INTERDIÇÃO PARCIAL

BR 101, km 314, TANCREDO NEVES - Desmoronamento de acostamento - INTERDIÇÃO PARCIAL

BR 101, km 316, TANCREDO NEVES - Queda de barreira - INTERDIÇÃO PARCIAL


BR 101, km 351, TEOLÂNDIA - Desmoronamento de acostamento - INTERDIÇÃO PARCIAL

BR 101, km 359, WENCESLAU GUIMARÃES Queda de barranco - INTERDIÇÃO PARCIAL

Estragos na Bahia

As chuvas que atingem o estado desde a última semana deixaram quase 60 cidades ficaram submersas e cerca de 430 mil pessoas foram afetadas. O último balanço divulgado pelo governo do estado, na noite de ontem, contabiliza 18 mortes , duas pessoas desaparecidas, 16 mil desabrigadas e 19.580 desalojadas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários