Grupo tenta impedir que Bolsonaro receba título de cidadão de município italiano
Reprodução: iG Minas Gerais
Grupo tenta impedir que Bolsonaro receba título de cidadão de município italiano

Após Alessandra Buoso, prefeita da cidade de Anguillara Veneta - localizada a 80 quilômetros de Veneza -, enviar uma proposta para conceder o título de cidadão ao  presidente Jair Bolsonaro (sem partido), grupos de religiosos, políticos e moradores do município iniciaram uma campanha para impedir a homenagem. As informações são do jornalista Jamil Chade.

A Câmara dos Vereadores votará na próxima segunda-feira (25)a iniciativa, mas políticos locais estão sofrendo prssão para que a ideia seja abandonada. Buoso propôs a medida pois a cidade é a terra natal de um bisavô paterno do presidente.

Vanessa Camani, vice-presidente do Partido Democratico, afirmou que Bolsonaro não deve receber o título pois é um "racista, misógino e até mesmo um negacionista. Não há uma única razão válida para estar orgulhoso dele e dar-lhe a cidadania honorária de Anguillara Veneta".


Religiosos italianos encaminharam uma carta a Alessandra questionando a homenagem que pode ser realizada a Bolsonaro. "Como cidadãos italianos que trabalham no Brasil há anos a serviço do povo brasileiro e da Igreja Católica brasileira (somos missionários, religiosos e 'Fidei Donum'), nos sentimos profundamente entristecidos e desconcertados. Nós nos perguntamos sobre quais méritos? Como um homem que durante anos, e continuamente, desonra seu país pode receber honra na Itália. Como pode um presidente que colabora com a destruição da floresta amazônica receber honras em uma nação que luta pela preservação do planeta?"

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários