Ex-PM Ronnie Lessa
Reprodução
Ex-PM Ronnie Lessa

A Polícia Militar (PM) suspendeu, temporariamente, o processo interno que investiga a possível participação do ex-PM Ronnie Lessa nos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes . Segundo a assessoria da PM, não trata-se de arquivamento do caso.

“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que os trâmites administrativos não foram arquivados. O sobrestamento é um ato administrativo para aguardar o processo criminal que está em andamento no Tribunal de Justiça”, informou a corporação.

Marielle e Anderson foram mortos na noite de 14 de março de 2018 , quando o carro em que estavam foi atingido por 13 disparos, feitos de um outro carro que os seguia desde a Lapa, onde a vereadora havia participado de um encontro político.

Os  ex-PMs Ronnie Lessa e Élcio de Queiroz foram presos, quase um ano depois, em 12 de março de 2019, como executores do assassinato e continuam presos à espera de julgamento. Ambos negam participação nos crimes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários