Jair Bolsonaro (sem partido)
Crédito: fotos públicas
Jair Bolsonaro (sem partido)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , afirmou nesta segunda-feira (06), que avaliará a edição de uma medida provisória (MP) para impedir a exigência de um passaporte de vacinação contra a Covid-19 . A declaração ocorreu nesta manhã na saída do Palácio da Alvorada.

“Aquela lei nossa era para valer até o final de 2020, prorrogou, mas lá não está escrito passaporte [de vacina]. Mas quem prorrogou a lei foi o Supremo. Era até 2020, que nem vacina tinha. Era pra valer até 31 de dezembro, foi prorrogada”, disse Bolsonaro em provável referência à lei que decretou emergência de saúde pública em razão da pandemia de Covid-19.

Bolsonaro, que estava sem máscara, abraçou e tirou fotos com apoiadores do governo que estavam esperando sua saída do Palácio. Ainda, algumas pessoas agradeceram a tentativa do presidente e disseram estar com medo da vacinação.

O Chefe do Executivo finalizou dizendo que vai avaliar a revogação do dispositivo referente ao tema. “Vou ver se eu consigo, por MP, revogar esse dispositivo da vacina”.

As declarações foram registradas por um canal do  YouTube apoiador do governo Bolsonaro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários