Bebê morre após ser esquecido no carro no dia mais quente do ano em Bauru-SP
Reprodução
Bebê morre após ser esquecido no carro no dia mais quente do ano em Bauru-SP

Uma criança de dois anos de idade morreu na última quarta-feira (25) em Bauru, interior de São Paulo , após ser esquecido pela cuidadora dentro de um veículo por três horas. No momento em que a criança se encontrava no automóvel, os termômetros chegaram a marcar 35,3 ºC - o dia mais quente do ano na cidade. As informações são do portal G1.

De acordo com a Polícia Civil, a responsável por Arthur Oliveira dos Santos era a cuidadora Glaucia Aparecida Luiz, de 35 anos. Ela também cuida de outras 10 crianças em sua residência.

Mário Henrique de Oliveira, delegado responsável pelo caso, explica que "ela [Glaucia] tem um estabelecimento clandestino onde ela e a filha cuidam de mais de 10, 12 crianças. Ela leva essas crianças para lá e para cá, não tem uma estrutura. E outra: ela esqueceu essa criança no carro e ela não notou a falta da criança dentro da casa."

O local, segundo oficiais, funcionava como creche irregular. Uma equipe foi acionada no momento em que o bebê chegou sem vida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Você viu?

Câmeras de segurança flagraram o momento em que Arthur, próximo ao para-brisa, tenta abrir a porta e bater no vidro. A gravação indica que o garoto encontrava-se se mexendo as 14h e lá permaneceu até as 16h51.

Presa por homicídio com dolo eventual, a cuidadora foi detida em flagrante pela Justiça. Sua defesa, porém, alega que "nunca houve a intenção de ocasionar tal resultado" e que solicitará sua liberdade provisória.


"Glaucia e a família vêm colaborando veemente com as investigações, afim de esclarecer os fatos, até porque Glaucia não teve a intenção de levar a criança a óbito, tampouco de machucá-la. A defesa repassa as condolências e mais sinceros pêsames de Glaucia e sua família para os familiares do menino Arthur", reitera a representante da cuidadora.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários