Kakay foi contratado pela deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP)
Reprodução
Kakay foi contratado pela deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP)

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) contratou, na última quinta-feira (29), o advogado criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, para representá-la e cuidar do caso do suposto atentado sofrido pela parlamentar, no interior de seu apartamento funcional em Brasília, no domingo (18) . As informações são do jornalista Lauro Jardim.

Kakay possui um vasto histórico de defesa de políticos nas cortes brasileiras. Entre seus clientes, destacam-se o atual ministro-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira (PP-PI); o ex-presidente da República José Sarney (MDB); o ex-senador Edson Lobão (MDB), o ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB), o ex-governador de São Paulo Paulo Maluf (PP), e o ex-ministro José Dirceu (PT).

O agora representante da parlamentar, inclusive, posiciona-se de maneira aberta em prol do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e já chamou o mandatário de "serial killer" .


Atualmente,  Antonio Carlos de Almeida Castro encontra-se em Nova York e voltará ao Brasil apenas na próxima semana. O advogado, porém, já começou a trabalhar no caso.

Você viu?

Em nota, Kakay informou que o escritório assumiu o caso da deputada para acompanhar as investigações e ajudar Joice a compreender o que aconteceu. "Cumpre ressaltar que depositamos a mais absoluta confiança tanto na Polícia Legislativa, quanto na competente Polícia Civil do Distrito Federal", disse.

A defesa ainda continuou dizendo que reconhece no presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, "todos os requisitos necessários para uma condução correta e técnica".

Confira o texto na íntegra:

Nosso escritório assumiu a defesa técnica da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) para fazer o acompanhamento das investigações. Cumpre ressaltar que depositamos a mais absoluta confiança tanto na Polícia Legislativa, quanto na competente Polícia Civil do Distrito Federal.
A deputada sofreu graves lesões e, é óbvio, tem o direito de saber com precisão exatamente o que ocorreu. Por isso, a defesa técnica está se habilitando para contribuir na apuração dos fatos, sem nenhuma pretensão de participar ativamente dos atos investigatórios, que são de competência exclusiva da polícia.

A deputada já foi ouvida. Esclareceu que, embora tenha vários desafetos em função da sua postura política, e de ter sérias dúvidas se as graves e múltiplas lesões foram realmente fruto de uma queda, ela explicitou que não seria leviana em apontar absolutamente nenhum suspeito.

A defesa já conversou com o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira, colocando-se à disposição para contribuir com o que for necessário. O deputado foi extremamente correto e demonstrou o absoluto compromisso da Casa com o esclarecimento do caso. A defesa reconhece no presidente da Câmara todos os requisitos necessários para uma condução correta e técnica.

Antônio Carlos de Almeida Castro – Kakay
Almeida Castro, Castro e Turbay Advogados Associados

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários