Governador de Minas Gerais, Romeu Zema passou a criticar o governo Bolsonaro
Agência Brasil
Governador de Minas Gerais, Romeu Zema passou a criticar o governo Bolsonaro

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), mostrou apoio ao posicionamento do seu partido, que passou a apoiar o impeachment do presidente Jair Bolsonaro - este que enfrenta dificuldade nas pesquisas eleitorais . O mineiro, apoiador do governo federal, concedeu uma entrevista na manhã desta quarta-feira (07) à Rádio Super 91,7 FM e alegou que "um dos problemas do Brasil é a impunidade" e que "ninguém está acima da lei" em um eventual processo de impedimento.

"Sempre fui favorável em colocar a lei acima de qualquer coisa. Se a algo que faça o presidente sofrer, porque ele fez algo ilegal, algo em desacordo com a constituição, com as nossas leis, que ele seja tratado como qualquer cidadão", ressaltou o governador.

Zema foi um dos executivos estaduais que mais apoiaram o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Nas últimas semanas, porém, Romeu passou a criticar a condução do governo federal - sobretudo no que diz respeito a vacinação.


"Um dos problemas do Brasil é a impunidade. Algumas pessoas se consideram acima da lei. Ninguém está acima da lei. Então, que os pontos sejam investigados e seja feito aquilo que a lei manda", opiniou o político mineiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários