Ministra do STF, Cármen Lúcia foi sorteada como relatora de ação que pede a prorrogação da CPI da Covid
Nelson Jr./SCO/STF
Ministra do STF, Cármen Lúcia foi sorteada como relatora de ação que pede a prorrogação da CPI da Covid

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, será a relatora da ação impetrada na Corte que pede a prorrogação da CPI da Covid. A denominação ocorreu através de um sorteio. As informações são do portal Metrópoles.

O pedido, realizado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO), solicita a prorrogação da comissão por mais 90 dias. Para ser aprovado, o requerimento exigia a assinatura de 27 senadores. No total, houve 34 parlamentares que apoiaram a ação.


Os parlamentares recorreram à Suprema Corte por o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-GO), declaro que analisaria a solicitação apenas no início do próximo mês. Com isso, ocorreu a judicialização do cumprimento do requerimento - movimento que ocorre de maneira similar ao início dos trabalhos da CPI , que também precisou ser autorizada através do Supremo Tribunal Federal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários