Armamento apreendido na Operação Anura
Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro
Armamento apreendido na Operação Anura


Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro realizaram uma operação para desarticular uma organização criminosa com envolvimento com tráfico de drogas e assaltos a bancos. Sete acusados foram presos na manhã desta sexta-feira (25). Um dos procurados é  Jonatha Hyrval Cassiano da Silva, o Bochecha Rosa, apontado como chefe da organização criminosa. As informações são do portal de notícias Metrópole.

A operação denominada por Anura é realizada em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Jonatha tem cinco passagens pela polícia, inclusive por homicídio. O chefe da organização orientava os criminosos ao enfrentamento aos policiais e sumir com os corpos de seus desafetos.


A ação é coordenada pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Segundo agentes da Polícia Civil, os criminosos utilizam armamento de guerra, como fuzis. Uma criança encontrou e devolveu uma granada deixada na comunidade da Mangueirinha, principal reduto dos criminosos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários