Contraventor Rogério de Andrade, sobrinho de Castor de Andrade e acusado de assassinar o bicheiro Fernando Iggnácio em 2020 fugiu fora do país
Reprodução
Contraventor Rogério de Andrade, sobrinho de Castor de Andrade e acusado de assassinar o bicheiro Fernando Iggnácio em 2020 fugiu fora do país

O contraventor Rogério de Andrade , acusado de ser o mandante do assassinato do bicheiro Fernando Inggnácio em novembro de 2020 , está foragido na Costa Rica ou em algum outro país sul-americano. A informação foi dada pela Polícia Federal (PF) à Justiça. Outros três envolvidos no crime teriam fugido para o Paraguai, segundo a PF.

Rogério de Andrade é sobrinho de Castor de Andrade , considerado até hoje o mais famoso bicheiro brasileiro.

Em documento enviado à 1ª Vara Criminal, a PF informou que o nome de Rogério tem que ser publicado no serviço de Difusão Vermelha da Interpol para que uma eventual prisão em outro país possa culminar na extradição do contraventor para o Brasil.

De acordo com o portal Metrópoles,  o advogado João Maia, que defende Rogério, disse que foi impetrado um habeas corpus em razão de um "evidente constrangimento ilegal". 

Acusado de matar Iggnácio, Rogério e o rival disputavam o controle da máfia do jogo do bicho na zona oeste do Rio de Janeiro. Em 2010, o filho de Rogério, de 17 anos, morreu em um atentado à bomba ao carro do pai na Avenida das Américas, no Rio, uma das mais movimentadas na Barra da Tijuca.

Segundo a polícia, outros envolvidos no assassinato de Iggnácio, como Ygor Rodrigues Santos da Cruz, o Farofa, e os PMs e irmãos Pedro e Otto D’Onofre Andrade Silva Cordeiro estão no Paraguai. Até agora, só dois acusados estão presos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários