Deputado do PSL, Frederico D'Avila
Alesp/Divulgação
Deputado do PSL, Frederico D'Avila

O desputado estadual Frederico D'Ávila (PSL-SP) foi condenado a pagar indenização por danos morais por ter dito em suas redes sociais que o PSOL é ligado ao narcotráfico internacional. Ele foi processado pelo partido e não conseguiu provar a acusação.

A postagem aconteceu em uma discussão no Instagram com a deputada estadual Monica Seixas (PSOL-SP ). D'Avila disse que Monica Seixas faz parte de um partido "que tem estreitas ligações com o narcotráfico internacional".

Nos comentários da publicação, o parlamentar do PSL — que é bolsonarista e já se envolveu em polêmicas por propor homenagem ao ex-ditador chileno Pinochet — alegou que tinha como comprovar sua declaração. 

Segundo o juiz do caso, Helmer Augusto Toqueton Amaral, os links enviados pelo deputado como supostas provas "não demonstra eventual envolvimento do PSOL com o tráfico de drogas".

D'Ávila terá de desembolsar R$ 8 mil, além de ocultar publicações em que acusa, sem provas, ligações do PSOL com o narcotráfico. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários