Yovanka Inés Hoffmann desapareceu na trilha
Acervo pessoal
Yovanka Inés Hoffmann desapareceu na trilha

Na última quarta-feira (03), uma turista boliviana desapareceu ao sair para fazer uma trilha no Morro Dois Irmãos, no Vidigal, na Zona Sul do Rio de Janeiro . Desde de o fim do ano passado, ela estava hospedada em um hostel em Copacabana. As informações foram apuradas pelo G1. 

Yovanka Inés Hoffmann nasceu na Bolívia, mas atualmente vivia no Uruguai. De acordo com os relatos de seus amigos, ela ama viajar e seu cachorro Big é um de seus maiores companheiros. No começo de 2020, eles passavam férias na Região dos Lagos e com a proliferação do novo coronavírus , ela foi obrigada a voltar às pressas para casa e devido as restrições o cachorro não pode acompanhá-la. 

Uma amiga ficou cuidando do cão. “Quando teve a pandemia, ela precisou retornar para o Uruguai e o Big não pode ir na viagem. Aí ele ficou lá em casa”, conta Kellys Kelfis. Somente dez meses depois, ela conseguiu retornar para buscar seu companheiro. Com isso, ela resolveu prolongar sua viagem e visitar a cidade de Rio, porém, na semana passada, durante um passeio, ela despareceu. 

Hospedada no Ladeira Saint Roman, ela havia informado aos funcionários do local que iria fazer a trilha no Morro dos Dois Irmãos que ficava a sete quilômetros do hostel. “Depois disso ela não foi mais vista. Não pegou as coisas dela no hostel, não foi buscar o Big, que era o combinado”, afirmou Kellys. 

Testemunhas contam que viram Yovanka naquele dia na trilha pedindo informações sobre o caminho. Desde de então, o celular da vítima se encontra desligado. Amigos torcem para que a vítima seja encontrada e eu esteja bem, já que ela tomava remédios para depressão. Eles também torcem para que ela possa se encontrar com o Big logo. 

“Ele é muito amoroso, ele é muito maravilhoso, ele é um doce. E ele é louco por ela. Então tomara que eles se reencontrem logo”, disse Kellys. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários