garcia
Divulgação
O deputado Garcia havia dito à Justiça que o documento contendo o nome de mais de 570 pessoas havia sido entregue por Eduardo Bolsonaro

A Embaixada dos Estados Unidos afirmou, nesta segunda-feira (17), que não recebeu o relatório antifascista, contrariando o deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP). A informação foi confirmada pela assessoria da embaixada à Rogério Gentile, colunista do UOL.

O deputado Garcia havia dito à Justiça que o documento contendo o nome de mais de 570 pessoas havia sido entregue à Embaixada dos EUA por Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Bolsonaro.

"O protocolo junto à Embaixada dos Estados Unidos foi feito pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro", afirmou Garcia.

Ainda segundo a coluna, o dossiê que teria sido feito pelo deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP) contra antifascistas  tem como citados dois jornalistas, seis radialistas e ao menos 70 professores.

    Veja Também

      Mostrar mais