O deputado Douglas Garcia teria sido o responsável pela lista que cita jornalistas e professores
Arquivo / Agência Alesp
O deputado Douglas Garcia teria sido o responsável pela lista que cita jornalistas e professores

O dossiê que teria sido feito pelo  deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP) contra antifascistas tem como citados dois jornalistas, seis radialistas e ao menos 70 professores. O documento foi entregue à Embaixada dos Estados Unidos pelo deputado Eduardo Bolsonaro , segundo Garcia contou à Justiça.

A listagem, com cerca de mil nomes, cita um repórter da rádio Uniara FM, de Araraquara, em São Paulo  e outro jornalista que atua no sindicato dos metalúrgicos de São José dos Campos. As informações são da coluna de Rogério Gentile, do Uol.

Esse documento seria diferente do relatório do Ministério da Justiça que listou 579 servidores e professores a favor do antifascismo .

Informações pessoas de ao menos 70 professores, como a localização das escolas em que atuam e os telefones estão contidos no relatório que teria sido entregue à embaixada dos EUA .

Uma mulher que teve dados particulares inseridos no dossiê, citada junto com outras pessoas como "terrorista", será indenizada por Garcia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários