Cartaz
Reprodução/Prefeitura de Lagoa Santa
Cartazes com imagens chocantes sobre o poder destrutivo da Covid-19 foram espalhados pela cidade

Uma das primeiras cidades no  estado de Minas Gerais a adotar o uso obrigatório de máscaras para evitar a disseminação dos casos de Covid-19 , Lagoa Santa passou a contar, desde o último dia 5, com mais uma arma para conscientizar a população sobre os riscos da doença: uma campanha, idealizada pela prefeitura do município, para "chocar" e "despertar estranhamento".

"A medida tem por objetivo despertar o estranhamento em quem visualiza as placas, chocar principalmente aquelas pessoas que ainda não entenderam e que ainda insistem em não seguir as medidas sanitárias para evitar a disseminação do coronavírus", disse a Prefeitura de Lagoa Santa, em comunicado.

Em um viés mais forte e duro para combater a expansão da doença , cartazes com fotos de corpos e caixões foram espalhados por diversos pontos da cidade. As imagens são acompanhadas de frases como "use máscara, a Covid mata", "não seja porta-voz da morte" e "você pode ser a próxima vítima".

A prefeitura de Lagoa Santa , que também foi pioneira na proibição de festas e aglomerações, além de exigir o uso de tapetes sanitizantes no comércio, conforme informações do G1, revela que a intenção da forte campanha é mobilizar a população e mostrar que cada um é responsável pela situação da doença no município.

Ainda de acordo com a publicação, o último boletim epidemiológico de Lagoa Santa informou um total de 376 casos confirmados e cinco mortes causadas pela Covid-19 . No estado, já são 160.485 infecções confirmadas e 3.783 óbitos.

    Veja Também

      Mostrar mais