naja
Ivan Mattos/Zoo de Brasília
Ensaio fotográfico da cobra naja que picou estudante de 22 anos


Agente da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prederam um estudante de medicina veterinária acusado de atrapalhar as diligências contra o seu amigo  Pedro Henrique Krambeck , de 22 anos,  picado por uma cobra da espécie naja.


O jovem preso é suspeito de integrar um grupo criminoso que pratica crimes ambientais . Uma das acusações contra o jovem é de que ele teria ocultado cobras que perteciam ao amigo para livrá-lo das investigações da polícia.

O jovem foi preso nesta quarta-feira (22) por ordem de um mandado de prisão expedido na terceira fase da Operação Snake

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários