cobras
Divulgação/Ralph Siqueira
Polícia de Mogi das Cruzes prende suspeito de criar três cobras ilegalmente e usá-las para atacar animais em vídeos para internet


Um homem foi preso, nesta quarta-feira (08), por suspeita de manter cobras ilegalmente e usá-las para atacar outros animais em vídeos feitos para a internet. As três espécies venenosas estavam dentro do apartamento do suspeito, em Mogi das Cruzes. 


Segundo a Polícia Civil, o homem criava os répteis há quatro anos e fazia sucesso na web com os vídeos produzidos. Alguns chegavam a ter mais de três milhões de visualizações , informou o G1. 

Em entrevista, o chefe dos investigadores do 1º Distrito Policial, Luís Roberto Burg de Mello contou que houve resistência durante a prisão. "No primeiro momento ele resistiu um pouquinho, escondeu uma das cobras em uma gaveta, não queria fornecer a urutu, mas depois acabou entregando. [Agora] vai ser conduzido ao 1º DP de Mogi das Cruzes para o delegado tomar as medidas e colocar ele na legislação vigente", afirmou .

Os animais foram levados para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e devem ser encaminhados, em breve, ao Instituto Butantã, em São Paulo. 

    Veja Também

      Mostrar mais