floresta
Agência Brasil
Desmatamento da floresta amazônica é alvo de críticas por ambientalistas

O governo federal exonerou a coordenadora-geral de Observação da Terra do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Lubia Vinhas. A sub-pasta do Inpe é a responsável, entre outras coisas, por monitorar os índices de desmatamento da Amazônia.

A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13), assinada pelo ministro Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, pasta à qual é vinculada o Inpe.

Na última semana, a pasta divulgou números relativos ao tema do desmatamento, que  mostraram o maior número de alertas para o mês de junho em toda a série histórica, que começou em 2015.

No acumulado do semestre deste ano, os alertas indicam devastação em 3.069,57 km² da Amazônia, aumento de 25% em comparação ao primeiro semestre de 2019. Só em junho, a área de alerta foi de 1.034,4 km².

O governo federal ainda não se manifestou sobre os motivos específicos para a demissão de Lubia Vinhas.

    Veja Também

      Mostrar mais