Alertas de desmatamento na Amazônia aumentaram durante primeiro trimestre de 2020
Divulgação/Imazon
Alertas de desmatamento na Amazônia aumentaram durante primeiro trimestre de 2020


O número de alertas de desmatamento na Amazônia teve um aumento de 51,45% durante o primeiro trimestre de 2020, em comparação à análise do mesmo período em 2019. Os dados foram fornecidos pelo Deter-B, sistema desenvolvido pelo Instituo Nacional de Pesquisas Espaciais ( Inpe ).

De janeiro a março deste ano, os alertas emitidos corresponderam a uma área de 796,08 km² dentro da Floresta Amazônia. Durante o primeiro trimestre do ano passado, essa área foi de 525,63 km².

Quando o mês de março de 2020 é comparado separadamente ao mesmo mês de 2019, o aumento de alertas de desmatamento é menor, de 29,9%. 

Leia também: Agricultor mostra efeito de agrotóxico em sua saúde: Esquizofrenia e epilepsia

Entre as três áreas de preservação mais afetadas no primeiro trimestre de 2020, duas estão dentro do território do Pará: a Floresta Nacional do Jamanxim e área de proteção ambiental do Tapajós. A reserve extrativista Chico Mendes, no Acre, completa o top 3.

Os números indicam que nem mesmo a pandemia de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, tem ajudado a diminuir as atividades ilegais na Amazônia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários