Paraisópolis
Reprodução/Facebook
Parque seria uma nova opção de lazer para a comunidade.

Um grupo de moradores do bairro do Morumbi, na Zona Sul de São Paulo, pediu permissão à Prefeitura da capital para construir um muro de três metros de altura na divisa com o futuro Parque Paraisópolis . A conclusão das obras do parque está prevista para outubro de 2020.

A Associação dos Amigos do Jardim Vitória Régia, que são vizinhos à área que será ocupada pelo parque, enviou uma carta à secretaria do Verde e Meio Ambiente solicitando algumas condições. São elas:

  • Criação de um único acesso pela Rua Silveira Sampaio (em Paraisópolis), eliminando outras entradas para o local
  • Aprovação de Regulamento de Uso que prevê horário de funcionamento de 7 às 19h
  • Proibição de realização de piqueniques e proibição de entrada de carros, motos e bicicletas, pessoas com animais e de "pessoas cujas atitudes agridam a moral e os costumes dos usuários do Parque".
  • Análise sobre a possibilidade da construção de um muro de 3 metros de altura ao longo da divisa do parque.

A lei que prevê a criação do parque foi promulgada em 2008. Entretanto, as obras só começaram em 2019, quando o projeto foi finalizado. O parque faz parte do Plano de Metas 2019/2020 da gestão de Bruno Covas (PSDB). O local irá ocupar uma área de 68.150 metros quadrados e, segundo a secretaria do Verde e do Meio Ambiente, as obras foram contratadas à R$ 2,4 milhões.

O objetivo da construção do parque seria dar uma opção de lazer para os moradores da comunidade, que é a segunda maior do Brasil com mais de 100 mil habitantes. Em dezembro do ano passado, uma ação policial em um baile em Paraisópolis deixou nove mortos.

    Veja Também

      Mostrar mais