Leito de UTI com paciente deitado
Agência Brasil
Leito de UTI com paciente deitado

Belo Horizonte, capital de Minas Gerais , bateu o recorde de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em meio à pandemia da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) e chegou ao percentual de 92%. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (8) pelo governo municipal e se refere à véspera. Na segunda, a ocupação estava em 91%.

Dos 1.025 leitos do município, 360 são para pacientes com Covid-19. Entre domingo e segunda, houve criação de 25 unidades. Mesmo assim, as taxas não diminuíram, o que significa que mais pessoas foram internadas. No caso da ocupação geral, o percentual chegou a 88%.

No caso de leitos de enfermaria, houve criação de 63 unidades, totalizando 4.600. Desse total, 979 pacientes estão com sintomas respiratórios. Nesse caso, a taxa de ocupação geral está em 67% e, para pacientes com sintomas de Covid-19, chegou a 76%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários