Pela segunda vez, o Ministério da Saúde, liderado por Nelson Teich , não conseguiu contratar leitos de UTI para distribuir aos estados no combate ao novo coronavírus (Sars-coV-2), causador da Covid-19. 

Leia também: Maioria dos brasileiros com Covid-19 tem de 20 a 39 anos, diz estudo

Ministro da Saúde Nelson Teich
José Dias/PR
Ministro da Saúde Nelson Teich

Segundo o balanço do Ministério da Saúde da última quarta (05), não houve interessados no pregão eletrônico realizado pela pasta para obter 2 mil leitos para pacientes com Covid-19 , da mesma forma que aconteceu em 19 de março.

Leia também: Covid-19: queda no isolamento pode levar a segunda onda de contaminação no Rio

Com isso, o número de UTIs efetivamente entregues pela pasta até agora é de apenas 350. Essa quantidade representa 17,5% da promessa de repassar 2 mil leitos aos estados. Outros 190 leitos foram contratados, mas ainda não houve entrega por falta de respiradores.

Leia também: Presídios do DF registram 106 casos de Covid-19 em 24 horas; total chega a 400

Diversas cidades estão entrando em colapso devido à escassez de UTIs, como Rio de Janeiro, Manaus, Belém e São Luís. O Brasil já contabiliza mais de 7 mil mortos e 114.715 casos de Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários