Tamanho do texto

Protesto em defesa da floresta acontece após dias de queimadas na região e depois da divulgação do crescimento na taxa de desmatamento no País

queimadas na Amazônia arrow-options
Fotos Públicas
Efeitos das queimadas na Amazônia são sentidos em diversas partes do País

Mais de 70 cidades e o Distrito Federal têm manifestações em defesa da Amazônia marcados para acontecer nesta sexta-feira (23) ou ao longo do final de semana. O movimento é motivado pelo crescimento na taxa de desmatamento e pelas queimadas que atingem a floresta há dias.

Leia também: Queimada na Amazônia destrói território indígena no Acre; veja fotos

Nesta sexta-feira (23) protestos estão marcados para acontecer em seis capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Curitiba, Goiânia e Salvador, além de Brasília. Também para esta sexta estavam marcados atos em Santos (SP), Rio das Ostras (RJ), Erechim (RS), Atalanta (SC), Juazeiro do Norte (CE) e Cruzeiro do Sul (AC). 

Em Salvador o protesto vai acontecer em frente ao local onde acontece a Semana Latino-Americana e Caribenha sobre Mudança do Clima , que reúne lideranças de diversos países e se encerra hoje.

No sábado (24) e no domingo (25), outras 58 cidades. Entre elas, quase todas as capitais: Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Campo Grande, Cuiabá, Aracajú, Maceió, Recife, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Natal, Belém, Manaus, Palmas, Macapá, Porto Velho e Boa Vista.

Além disso, também acontecerão manifestações em diversas cidades do mundo . Já nesta sexta-feira manifestantes  ocuparam as entradas das embaixadas brasileiras nas cidades de Mumbai (Índia), Londres (Inglaterra), Berlim (Alemanha) e Madri (Espanha).