Tamanho do texto

Pacaraima, em Roraima, é o principal ponto de entrada de pessoas vindas do país vizinho; Prefeitura não sabe quantos imigrantes estão na cidade

A cidade de Pacaraima, em Roraima, lançou uma operação para retirar das ruas imigrantes venezuelanos que fazem trabalho informal não regulamentado pela prefeitura.

Leia também: Câmara dos EUA aprova medida que favorece dois milhões de imigrantes no país

Imigrantes venezuelanos em Roraima
Reprodução / TV Globo
Imigrantes venezuelanos em Roraima


Leia também: "É só não vir para os EUA", diz Trump a imigrantes insatisfeitos

Há quase duas semanas a chamada Operação Integrada Centro Legal vem reprimindo imigrantes venezuelanos que vivem da venda de cigarros, comida e artigos de higiene ou de transportar mercadorias para os comerciantes locais, em Roraima .

Leia também: Trump comemora acordo 'muito bem-sucedido' sobre imigração com México

A prefeitura de Pacaraima , de cerca de  15 mil habitantes, afirma não saber quantos imigrantes venezuelanos vivem na cidade. A cidade é porta de entrada de milhares de pessoas que vieram para o Brasil desde o agravamento da crise em seu país, em 2017.