Tamanho do texto

Capoeira vai conseguir morar com o filho, a irmã e os sobrinhos no novo lar

As chuvas que atingiram o Rio de Janeiro em abril deste ano rapidamente transformaram a cidade em um completo caos. Mas, em meio a tantos problemas causados pela tempestade, elas trouxeram também uma completa transformação na vida de Varlei Rocha Alves, conhecido como Capoeira . O guardador de carros que ficou conhecido após ajudar uma senhora a atravessar uma rua alagada fazendo uma ponte de caixotes ganhou uma casa. Tudo graças a ajuda de uma vaquinha online.

Leia também: Menino de dois anos deixa creche e caminha sozinho por 1 km até a casa, em SP

Capoeira ajuda senhora
Reprodução
Capoeira ganhou uma casa graças a uma vaquinha online


O vídeo de Varlei realizando a boa ação em Copacabana, Zona Sul do Rio, em meio às chuvas rapidamente viralizou. Logo, o site Razões para Acreditar publicou a história do guardador de carros . Varlei era um velho conhecido no bairro, que sempre ajudava as pessoas quando necessário sem esperar nada em troca.

Na publicação do portal, ele explica que gostaria de comprar uma casa para deixar para o filho, Darlei, de 10 anos. Prontamente uma vaquinha online foi realizada, e a tempestade, desta vez, foi de resultados positivos. 

"Jamais imaginei que isso fosse acontecer. O que ajudou muito foi que algumas pessoas famosas ajudaram muito, como a Alice Wegmann e a Marina Ruy Barbosa. Muita gente influente acabou se solidarizando. Foi incrível. Eu não tinha ideia do poder da internet para essas questões. Todo mundo ficou bem feliz com o resultado", explica o fundador do Razões para Acreditar, Vicente Carvalho.

Em menos de 12 horas após ser criada a vaquinha, Vicente teve que dobrar a quantia pedida, pois já havia alcançado a meta. A ideia inicial era arrecadar R$ 20 mil, e logo foi para R$ 40 mil. Hoje, as doações chegam a R$ 169. 871, 52. Desses, R$ 53.500 foram usados para a compra do imóvel na Pavuna, na Zona Norte.

Leia também: Homem finge precisar de ajuda e furta R$ 12 mil de asilo em Ribeirão Preto

O resto será usado para a construção de mais quartos na residência, para que ela abrigue a irmã e os sobrinhos do guardador. O que sobrar, será aplicado em uma conta para o filho de Capoeira. O guardador de carros irá se mudar para a nova residência no dia 22 de junho.

"Não usamos todo o dinheiro arrecadado para a casa , porque arrecadamos muito. Compramos o imóvel, agora estamos nos trâmites de reforma. O valor que sobrar, vamos depositar numa poupança para o filho e em uma conta dele, assim que ele abrir uma", conta Vicente.

Casa do Capoeira
Divulgação
Interior da nova casa do Capoeira


Realização de sonhos

Muito antes de sonhar em ganhar uma casa, Capoeira realizou um grande sonho: o de fazer a primeira festa de aniversário para o filho Darlei. Logo que o vídeo ajudando a senhora viralizou, o guardador gravou outro e expôs seu desejo de fazer a comemoração para o filho. Capoeira perdeu a mulher em um acidente e, desde então, o menino vivia com a tia. A história chegou rapidamente na atriz e apresentadora Fernanda Rodrigues que, juntamente com outras pessoas, realizaram o sonho do pai e do filho. 

Outras transformações

Agora está na hora de outras pessoas terem suas vidas transformadas. Inspirados na história de Capoeira, o Razões para Acreditar criou a plataforma VOAA (Vaquinha Online com Amor e Afeto). Nela, três histórias já foram escolhidas para possíveis doações, são elas: a do Esdras Protetor, a da Ana Paula, que se encontra em situação de rua e a da estudante Liliane Soares.

Esdras é apaixonado por animais e luta mantém um pequeno espaço alugado onde leva os animais que resgata da rua. O objetivo do menino de São José dos Campos, em São Paulo, é conseguir comprar um  terreno maior para que mais animais possam ser ajudados. A meta da vaquinha de Esdras é de R$ 450 mil.

Ana Paula é uma transexual, que atualmente está em situação de rua. Ela ficou conhecida após Tatiana Van Campo, proprietária de um salão de beleza em Natal, Rio Grande do Norte, vê-la comendo lixo na rua e chamá-la para um dia de princesa. Tatiana vai profissionalizar Ana Paula para ser parte da sua equipe, porém ela ainda precisa de um lugar para morar. A meta para a vaquinha de Ana Paula é de R$ 50 mil.

A terceira campanha é com a estudante baiana Liliane Soares. A menina, de 22 anos, ganhou uma bolsa de estudos da Universidade da Califórnia para estudar empreendedorismo e inovação. Mas a bolsa não cobre todas as despesas que ela terá durante o intercâmbio de um ano. Além disso, ela só receberá a bolsa quando chegar na Califórnia: ou seja, passaporte, visto, taxa de visto e boa parte das despesas durante sua estadia serão por conta própria. Para isso, sua meta é de R$ 100 mil. 

Leia também: No litoral paulista, policial ajuda criança com fome e fotos viralizam

O VOAA também é aberto a receber novos pedidos de ajuda. Quem tiver interesse em abrir uma campanha de doação, pode entrar em uma aba especial do site e passar por uma avaliação.

"Na plataforma tem uma área 'Envie sua campanha'. Então, a pessoa preenche um formulário, nós recebemos e faremos uma triagem. Depois, entramos em contato com a pessoa e fazemos juntos a campanha para ela", explica Vicente. 

    Leia tudo sobre: casa