Vereador de Japeri, Wendel Coelho foi assassinado a tiros neste domingo; não há suspeitas de atentado contra o político
Câmara Municipal de Japeri/Divulgação
Vereador de Japeri, Wendel Coelho foi assassinado a tiros neste domingo; não há suspeitas de atentado contra o político


As primeiras investigações a respeito da  morte do vereador Wendel Coelho (PTdoB), de 26 anos, apontam que o caso não tem características de atentado. Wendel foi assassinado a tiros neste domingo (24), em Engenheiro Pedreira, bairro de Japeri, município da região metropolitana do Rio de Janeiro.

De acordo com a polícia, Wendel foi morto com um tiro no peito e, por ter sido vítima de apenas um disparo, não são sustentadas suspeitas de atentado . Ainda segundo as investigações, no momento de sua morte, o vereador estava em um carro acompanhado pelo irmão e por outras quatro pessoas. O político foi o único atingido.

Policiais militares do 24º BPM (Queimados) estavam patrulhando o bairro quando notaram um veículo parado na pista. “No interior do carro, foi encontrada uma pessoa em óbito”, informou a Polícia Militar. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense foi acionada e está investigando o caso em Japeri .

Leia também: Carro de prefeito de Duque de Caxias sofre ataque a tiros; político não se feriu

Você viu?

Wendel tinha 24 anos, era casado e estava em seu primeiro mandato na Câmara da cidade, para a qual foi eleito com 729 votos. Casos de ataques a tiros contra políticos do Rio têm se tornados comuns. 

Apenas nesse ano, o prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB), foi vítima de um atentado a tiros, o carro da deputada estadual Martha Rocha (PDT) foi baleado e o prefeito de Belford Roxo, Wagner dos Santos Carneiro (MDB), o Waguinho, e a mulher dele, a deputada Daniela do Waguinho (MDB), sofreram um atentado a tiros de fuzil. Nenhum foi atingido.

À polícia, o irmão de Wendel disse que eles voltavam da casa de parentes em Mangaratiba, quando cruzaram com um grupo de criminosos armados em motos. De repente, um dos bandidos perseguiu o carro do vereador e fez um disparo.

Leia também: Carro com prefeito de Belford Roxo e deputada federal é atingido no Rio

A Divisão de Homicídios fez perícia no local do crime. A polícia analisa imagens de câmeras de segurança da rua para tentar identificar o assassino do vereador. Para os investigadores, o caso não tem possui características de atentado justamente porque o vereador levou apenas um tiro. É levantada a hipótese de tentativa de assalto. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários