Tamanho do texto

Filha da vítima reconheceu o homem e afirma que ele prestou serviços na casa dois dias antes do crime; ele era monitorado por tornozeleira eletrônica

Alexandro Antunes estuprou e espancou a idosa dentro da casa dela, em Nobres
Divulgação/Polícia Militar do Mato Grosso
Alexandro Antunes estuprou e espancou a idosa dentro da casa dela, em Nobres

Maria Barbosa dos Santos, uma idosa de 92 anos, morreu após ser estuprada e espancada por um homem dentro de casa nesse domingo (17), em Nobres, cidade a 150 quilômetros de Cuiabá, no Mato Grosso. O suspeito foi preso e nega o crime. 

Leia também: Homem é preso após estuprar paciente dopada em hospital no litoral de São Paulo

A filha da vítima encontrou a idosa por volta das 6h, caída no chão da casa e com ferimentos pelo corpo. Mesmo debilitada, Maria contou à filha sobre quem havia cometido o crime. O suspeito deixou um dos chinelos na casa.

Segundo a Polícia Militar, a filha da vítima reconheceu o homem, Alexandro Antunes de Oliveira Silva, de 29 anos, e afirma que ele havia prestado serviços de pintura na casa dois dias antes do crime e conhecia sua rotina.

A vítima foi socorrida em estado grave e levada ao Hospital Laura de Vicuna. Ela foi atendida e aguardava transferência, mas não resistiu e acabou morrendo na madrugada desta segunda-feira. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para um exame de autópsia.

Leia também: Jovem sofre estupro coletivo, é morta e tem corpo jogado em cisterna, em GO

Alexandro tinha passagens pela polícia por furto e roubo e era monitorado por tornozeleira eletrônica. O rastreamento indica que ele ficou duas horas na casa de Maria. O suspeito foi localizado pela polícia em uma chácara em Pindura, às margens do rio Cuiabá, descalço. O chinelo apreendido serviu no pé dele e ele foi preso em flagrante.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Alexandro deve ser encaminhado para audiência de custódia nesta segunda. Ele responderá pelos crimes de estupro e homicídio.

No começo deste mês, outro homem também foi preso pelo estupro de uma idosa de 101 anos em Pernambuco. A prisão ocorreu após a filha da vítima, que já estava desconfiada do marido, ter instalado câmeras escondidas no quarto e flagrado o crime. Ela já tinha um relacionamento com o homem , identificado como José Bezerra da Silva, há mais de 20 anos. José Bezerra confessou o crime à Polícia Civil e foi preso em flagrante no seu local de trabalho, autuado pelo crime de estupro de vulnerável.